GRITOS MUDOS

É mais fácil o pessimismo. Como é mais simples libertar a raiva; deixá-la sair de nós poupa-nos a antidepressivos e a achaques graves. Mas o mais fácil leva-nos por caminhos ínvios. Se soubesse o segredo para libertar o aladino da lâmpada, pedir-lhe-ia gotas para tornar o olhar puro – tento e volto a tentar, mas os progressos são lentos e demasiado humanos. Mas quando o conseguir, quando o meu olhar for cristalino, tudo o mais o será. E não haverá necessidade de gritos mudos.

In Luís Osório – Só entre nós. – Chiado Editora, 2012, p.99

DSC_0136

DSC_0139

DSC_0140

DSC_0137

 

 

Anúncios