BMAG – 10 ANOS

A BMAG [Biblioteca Municipal Almeida Garrett] comemora este ano uma década de existência. Vamos por isso falar um pouco dela e da sua história.

BMAG #1

Esta Instituição surge da necessidade há muito sentida na Cidade do Porto de uma biblioteca em livre acesso em consonância com os princípios da UNESCO e da IFLA para as bibliotecas públicas; e insere-se igualmente numa proposta de reabilitação do Jardim do Palácio. José Manuel Soares, o arquitecto, avança com um edifício cultural de inequívoca qualidade estética como ponto central desta reabilitação. O projecto teve ainda a valência de respeitar um jardim centenário pois nenhuma árvore teve de ser abatida ou transferida.

BMAG #2

O contrato-programa entre a Autarquia e a Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas é assinado em 1998 e em 1999 é colocada a primeira pedra do Edifício Cultural do Palácio, nas comemorações do segundo centenário do nascimento de Almeida Garrett.

BMAG #3

Enquanto o edifício se erguia, foi constituída uma equipa para tratar o futuro acervo da Biblioteca e que posteriormente integraria os quadros da mesma. A Sociedade Porto 2001 estabeleceu uma política de mecenato com o projecto em associação com a Empresa UNICER.

BMAG #4

O Edifício Cultural do Palácio, com uma área de 4500 m2 distribuída em 4 pisos, entre espaços públicos [galeria, biblioteca, auditório e cafetaria] e espaços restritos [serviços técnicos, depósitos e garagem], é inaugurado em 2001. Verdadeiramente polivalente e destinado a atraír todas as camadas da população.

BMAG #5

Uma extensão da BMAG, e que tem rodado pelas escolas do 1ºciclo desde 2000, é o Bibliocarro: uma biblioteca itinerante que tem levado o livro mais longe dos limites geográficos do Edifício Cultural do Palácio. Em 2010, o Bibliocarro foi até às praias do Porto, durante os meses de Julho e Setembro. Iniciativa que se repete dado o retorno entusiástico dos veraneantes da Foz.

BMAG #6

A Biblioteca propriamente dita abre as suas portas pela primeira vez a 2 de Abril de 2001. Tem um fundo de 70 mil entradas, grosso modo, em diversos suportes. Permite a integração de qualquer residente em Portugal num espaço de tempo igual ou superior a 6 meses.

BMAG #7

Entre as várias actividades que a BMAG promoveu ao longo destes 10 anos, frequentemente em parceria com outras Instituições, destacamos algumas para não nos alongarmos demasiado:

  • Um protocolo com a DREN conduz à cooperação técnica da equipa da BMAG na implantação e apoio de bibliotecas escolares do 1º ciclo;
  • Das Histórias Nascem Histórias é o título de uma exposição promovida pelo Instituto Português do Livro e das Bibliotecas. Assentava numa instalação da artista plástica Fernanda Fragateiro sobre duas obras da escritora Shophia de Melo Breyner Andresen, A Floresta e A Menina do Mar;
  • Em 2004, a BMAG ajuda a constituição da Biblioteca do Centro Social do Barredo, na freguesia da Sé;
  • A Comunidade de Leitores reúne-se desde 2002. Passaram por ela nomes como Manuel António Pina, Mário Cláudio, Alexandre Quintanilha, Richard Zimler e valter hugo mãe;
  • Os Encontros Luso-Galaico-Franceses foram organizados durante anos na BMAG em colaboração com a Associação para a Promoção do Livro Infantil e Juvenil, com a sua congénere galega GÁLIX e com o Consulado de França;
  • A partir de Fevereiro de 2003, a BMAG passou a oferecer poesia aos seus utilizadores, através da edição do Folhas Caídas. Dedicava-se um mês a um poeta diferente e em cada semana saía um poema seu numa folha solta.

    BMAG #8

 O Auditório da BMAG é palco de outros eventos, como colóquios, apresentação de livros, ciclos de cinema e espectáculos teatrais. Tem uma capacidade de 192 lugares sentados e está aberto à comunidade, é pois passível de requisição para uso externo à Câmara Municipal do Porto.

BMAG #9

A Galeria do Palácio está vocacionada para grandes projectos expositivos. O seu espaço alonga-se por 2 pisos, numa área total de 1500 m2. Acolheu exposições retrospectivas da obra de artistas nacionais e estrangeiros.

BMAG #10

Neste ano comemorativo a Biblioteca tem acolhido uma série de conferências à volta do seu patrono Almeida Garrett. Colocou, em conjunto com a Biblioteca Pública Municipal do Porto, o seu catálogo online, onde o próprio utilizador já pode proceder à renovação dos documentos em empréstimo domiciliário.

Termino com uma frase de Carl Sagan sobre as bibliotecas, do seu livro Cosmos:

I think the health of our civilization, the depth of our awereness about the underpinnings of our culture and our concern for the future can all be tested by how well we support our libraries.

Anúncios